search

(84) 2020-4358 • contato@sindern.com.br

NOTÍCIAS

 
Notí­cias
29.08.2019

SINDERN PARTICIPA DA AUDIÊNCIA DO FÓRUM ESTADUAL DOS SERVIDORES COM O GOVERNO DO RN

A audiência foi realizada nesta terça feira, 27 de agosto de 2019 na Governadoria do RN. Estavam presentes as entidades que compõem o Fórum Estadual dos Servidores do RN, a Governadora Fátima Bezerra, além dos secretários Raimundo Alves (Gabinete Civil), Virgínia Ferreira (Administração), Carlos Eduardo Xavier (Tributação), Luiz Antônio Marinho (Procurador Geral do Estado) e Pedro Lopes (Controlador Geral do Estado).  O #SINDERN foi representado pelas diretoras Soraya Ciana e Mônica Marques.

Na ocasião foi apresentada a pauta do fórum para o governo que contemplava o calendário de pagamento dos salários atrasados e para o restante do ano de 2019, incluindo o décimo; revisão da faixa salarial a ser paga na primeira quinzena do mês, com aumento de teto dos R$ 3 mil para R$6 mil ; aumento salarial para todos os servidores de 16,38%; revisão e auditoria dos contratos terceirizados e realização de concurso público.

O governo trouxe em argumentação para a audiência as questões econômicas, a Lei de Responsabilidade Fiscal e o Termo de Ajustamento de Gestão, não sinalizou perspectiva de pagamento dos salários atrasados, tampouco aumento para os servidores. Afirmou, no entanto, o compromisso de pagamento dos salários para o restante do ano e décimo de 2019.

A gestão potiguar afirmou ainda, que somente pode realizar concurso público para os órgãos que estão sob judicialização, relatando que há auditoria nesses contratos e encaminhou que é possível o fórum participar das comissões de auditoria. A secretária de administração informou também que o estado está convocando servidores do último concurso para as áreas da saúde, segurança e educação.

Ao término do encontro ficou encaminhada algumas ações, tais como: reunião do Fórum na Secretaria de Administração na quinta-feira, dia 29 de agosto, às 09h onde fora apresentada uma planilha financeira e agendamento de uma nova audiência com o governo para a primeira quinzena de setembro para ser apresentado um novo balanço financeiro e o calendário de pagamento.

 

VOLTAR