search

(84) 2020-4358 • contato@sindern.com.br

NOTÍCIAS

 
Notí­cias
11.09.2019

SINDERN participa da mesa SUS Natal e discute sobre convocação de concursados

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Rio Grande do Norte (#SINDERN) esteve presente nesta terça-feira (10), em mais uma reunião da Mesa SUS do Município de Natal. Na ocasião, o presidente do SINDERN, Enfermeiro Luciano compôs a Mesa SUS em conjunto com representantes dos demais sindicatos presentes: Sinsenat, Soern, Sindas e Sinfarn.
A mesa discutiu a pauta proposta que constava com reivindicações para convocação dos concursado e nova lei de criação de cargos; a implantação das gratificações dos novos concursados e demais servidores, mudança de nível, quinquênio e demais adicionais; a revisão do PCCV e cumprimento da Lei da data-base; horário corrido e PMAQ.

Os sindicatos sugeriram que a gestão apresente um calendário de pagamento das gratificações antes do dia 19 de setembro e que convoque uma reunião extraordinária para discutir o assunto.
A convocação dos candidatos aprovados no cadastro de reserva da SMS e quinquênios também fez parte do rol de discussões. Segundo o secretário, George Antunes, a convocação e implantação dependem da administração e do prefeito, Álvaro Dias. Quanto ao dimensionamento e a definição das 30h a informação repassada é de que estudos devem ser finalizados, como requisitado pelo MPT, em um prazo de 30 dias.
Sobre a isonomia, antes havia diferença de carga horária entre os trabalhadores antigos e os novos. Haviam concursados que estavam dando 40h sem gratificações. Agora, tanto a atenção básica quanto a equipe da estratégia da família trabalharão com a mesma carga horária. Quem trabalha no CAPS vai dar horário corrido.

Foi ratificado a permanência dos sindicatos na Mesa: SINDERN e Sinfarn.

Enfermeiro Luciano enfatizou a questão do assédio moral, adoecimento e as tentativas de retiradas dos direitos. “A reversão tudo isso, depende da conscientização e da mobilização dos servidores, interagindo com as comunidades usuárias dos serviços públicos e buscando esclarecê-las do equívoco praticado por parte de alguns gestores. Sem uma atuação firme e consciente dos servidores, muitos outros poderão buscar o caminho fácil de iludir a população às nossas custas, desrespeitando-nos”, ressaltou.

 

VOLTAR